segunda-feira, 25 de abril de 2016

Por que as empresas deveriam adotar o home office?


Se tem uma coisa da qual eu tento ser adepta, essa coisa é o home office. Há 9 meses trabalho dessa forma e, mesmo com muitos percalços, ainda acho que é a melhor forma de se trabalhar atualmente.


Mas, por que tantas empresas ainda passam bem longe dessa modalidade de trabalho? Eu me pergunto constantemente. Várias são as possibilidades de resposta, mas, eu tenho algumas convicções quanto à aversão que a galera que assina a carteira alheia tem em relação ao "trabalho de casa" e é sobre essa coisa toda que iremos conversar hoje.
Primeiro, duas razões para o home office não estar acontecendo decentemente ainda:

Medo
Sim, medo, meus amigos. Eu realmente acredito que muitas organizações têm um certo pavorzinho de pensar em seus funcionários trabalhando longe das suas vistas, das suas mesas e dos seus gadgets. Mas porque esse medo?

Perda do controle
Muitos chefes não concordam com a ideia de ter um funcionário do outro lado da cidade, dentro da sua casinha, confortável e protegido (ou onde ele bem quiser, né) trabalhando por sua empresa pq precisam ter o controle da situação, da pessoa, do trabalho, do tempo utilizado, de tudo. Deixa eu te dizer uma coisinha, senhor chefe: Você está redondamente enganado

Home office é amor ♥
E eu nem tô exagerando quando falo isso, saibam vocês. Vários são os noticiários dizendo que trabalhar remotamente pode ser (e é) muito mais saudável para o funcionário do que prendê-lo nesse ciclo regrado de horas, prazos, marcação cerrada e pilhas de arquivos pra entregar até as cinco da tarde.


| Tu pode ler aqui sobre a experiência em home office que a gerente de recrutamento da Dell em São Paulo tem pra contar.



Economia
Eu não sei você, mas a maioria das vagas de emprego que eu vejo, são com salário + benefícios, que costumam ser o vale transporte e o vale alimentação (já que nem todas te pagam um plano de saúde, pois é). Algumas empresas oferecem pequenos lanches gourmets, frutas fresquinhas ou até happy hours semanais como algo incrível - mas eu sinceramente não acredito muito que isso seja tão 'uau' assim. Ao menos pra mim, isso tudo soa como 'toma aqui esse biscoito, e fica até depois das 18h com um sorriso no rosto, tá? :)'.

Mas e se seus funcionários não precisassem se deslocar até o trabalho e pudessem almoçar e lanchar em casa? O quanto disso iria impactar positivamente na sua economia final? Hein, senhora empresa?


A verdade é que eu não consigo ver uma razão realmente plausível para que as empresas sigam sem adotar o home office nas suas vidas corporativas. Mas vejo que muitos empregadores ainda não acreditam nos seus contratados/colaboradores/funcionários ou o que você quiser chamar.

É o controle pelo controle e foda-se a qualidade de vida e produtividade de toda uma nação trabalhista. Quem é que ganha com tudo isso, mesmo?

A gente ainda não tá tão longe dos Tempos Modernos de Chaplin.

O quão péssimo é isso?

Um comentário:

  1. Eu já tinha ouvido falar no Home Office,mas nem sabia direito o que era..mas agora,pude entender.Bom,pra mim,seria ótimo poder trabalhar em casa,é muito mais prático e fácil,mas o problema mesmo é achar empresas que aceitem isso.É um pouco falta de confiança sim,mas eu acho que tem mais coisa...haha...
    https://guriadaescrita.wordpress.com/

    ResponderExcluir

Oi! Conte aí nos comentários o que você achou deste post!