segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Motivos para recusar parcerias no teu blog.


Aqui pra gente: Vai dizer que tu já não foi a louca ou o louco das parcerias entre blogs? Olha meu amigo, isso não é vergonha pra ninguém, mas a gente sabe que poucas (ou nenhuma) vezes isso deu certo, né?

Hoje eu vou falar justamente sobre a questão das parcerias entre blogs-blogs ou blogs-lojas e tudo o que eu já vi e aprendi nesses quase 4 anos de blogagem na vida. Vamos lá?


Desespero por aceitação
Meus amigos, que isso aí é uma tristeza que só, viu? Falar pra vocês que eu já saí por aí mandando e-mail pra quinhentas empresas ou blogs pedindo parceria, só pelo simples fato de precisar ser aceita em algum lugar dessa vida de blogs. Uma babaquice, de fato. Isso aconteceu com o meu outro blog, o Guria de Moletom (que não tem conteúdo atualizado, mas tem muito amor <3), e eu só percebi depois de um tempo que isso não tava dando certo MESMO. Mas eu meio que não me culpo tanto por isso, porque acho que é algo bem normal, principalmente no início do blog, quando tu não conhece ninguém tem ideia da existência do teu blog. Tô perdoada por mim mesma. 

Aliás, isso não parece muito como quando estamos na escola e PRECISAMOS nos identificar com algum grupinho? Terrível isso migos, urgh.

Anyway, o foco aqui é o seguinte: As coisas acontecem aos poucos (e esse recado também vai pra mim mesma, que sou ansiosa que meu deus do céu) e essa correria desenfreada só vai te deixar cheia de banners ou posts de anúncios vazios no blog e nenhuma parceria de verdade. Se liga.


Banners que não funcionam
Isso aí é uma tristeza sem fim também. Uma vez eu tinha ali no Guria de Moletom  uma espécie de "link me" que era um banner com o código do blog, que cês podiam colar no blog de vocês na aba de blogs parceiros. É um treco meio vazio também, se cês pararem pra pensar, porque pode ter o blog de vocês em todo tipo de página possível. Já pensou numa coisa dessas? Quando acontece e te avisam, aí beleza, mas e se fica lá pra sempre e tu nem sabe? Complicado. Tem que pensar muito bem nisso, pra não ter que correr e se incomodar depois.


Os vários tiros no pé
Como não poderia ser diferente, fazer isso só porque todo mundo está fazendo e conseguindo mil coisas para o blog, para o público e para si mesmo é meio que um baita tiro no pé. Já aconteceu de rolar um sorteio lá no outro blog e a loja não estar mais nem aí depois. Pior: Já teve uma loja que confirmou parceria e DESAPARECEU. A dona decidiu sumir no mundo e desativar a loja, sem avisar nada, e daí fiquei eu lá com o post empolgado e nenhuma parceria de verdade. Porra né galera, vamos se respeitar, né?!


O nicho editorial ou público que não existe
Isso aí é um problema que eu enfrento até hoje, tanto pelos serviços do blog quanto pelas parcerias em si. Eu tenho uma ideia de público pra cá que eu não sei de verdade se é o que costuma vir aqui e ler. Meio deprê? É sim, mas isso é muito importante apesar de tudo. Cês precisam saber para quem escreve ou quem é que tá lendo vocês, pra só então começar a tentar parcerias legais com coisas que conversem de fato com os leitores de vocês. 


Eu não sei de fato se eu ajudei vocês ou se fiz um mega desabafo aqui, mas são dicas de coração, viu minha gente? haushaushasuhsus

Cês se cuidem e boa sorte com os bloguinhos. <3
Até mais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi! Conte aí nos comentários o que você achou deste post!