segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Sobre ser redator sem ser Jornalista: Como isso é possível?!


Fonte: Divulgação

Eu sei que pra algumas pessoas isso pode parecer estranho (principalmente se você for jornalista), mas, para a grande maioria, isso é bem normal. Muitos profissionais são grandes especialistas em suas áreas de formação, mas, ao mesmo tempo, não conseguem encontrar um emprego para que demonstrem isso. E é aí que a redação freelancer pode ser a solução dos seus problemas!

E por que eu digo isso? Bom, é bem simples. Já vi em diversos sites de oportunidades freelancer com vagas bastante específicas no que diz respeito à redação. Redatores para falar sobre emagrecimento, tecnologia, relacionamentos e, até mesmo, sobre como ganhar dinheiro na internet (é sério). Como vocês viram, não é preciso ter uma formação específica para esse tipo de trabalho, apenas experiência no assunto e uma boa redação, ou seja, que a pessoa saiba escrever o português direitinho.

As dicas que eu deixo pra vocês, são as seguintes:

  • Sempre tenha uma fonte de informação confiável  onde se inspirar. Ninguém quer saber de "achismos" quando procura por uma informação.

  • Baixe imagens de sites free, para não se complicar depois. E use legenda da mesma forma, como por exemplo: "Foto: Divulgação".

  • A imagem não é free? Dê crédito ao site que você usou. Se a imagem for de sua autoria, mais atenção ainda! Credite e pense na possibilidade de incluir marcas d'água.

  • Não copie conteúdo. Seja criativo e sincero! Afinal de contas, o que mais tem por aí hoje em dia são ferramentas do tipo copyscape pra descobrir se tem fraude/plágio no conteúdo.

  • Demonstre interesse, mas não se sobrecarregue. Muitas vezes o teu interesse no trabalho é o que decidirá se o cliente vai aceitar ou não os teus serviços. Mesmo que tu não tenha experiência! Só cuide pra não falar demais, e se comprometer a fazer coisas que você nunca fez antes ou, ainda, que nem tem ideia de como fazer.

  • Tenha referências. Sempre. Fale dos lugares onde já trabalhou, cite empresas, envie links de trabalhos feitos, etc. Mas, mencione apenas coisas que tenham a ver com a função. Saber fritar batatas como ninguém não te fará ser o redator selecionado, ok?

Quer mais dicas ou tem dúvidas sobre trabalho freelancer? Deixa um comentário ou manda teu email pra cá! contato@letraspulsantes.com

Até!

Um comentário:

  1. […] um tempo atrás eu falei aqui no blog sobre como ser redator freelancer sem ser formado em Jornalismo, lembram? Pois é, ele serve como uma boa base pra você já ter em mente que pode sim ganhar […]

    ResponderExcluir

Oi! Conte aí nos comentários o que você achou deste post!